Agropecuária é destaque no PIB Goiano

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 Agropecuária de Goiás registrou crescimento de 14,1% no PIB do 4º trimestre de 2019 comparado com o mesmo trimestre do ano anterior. O setor foi o responsável pelo maior crescimento neste período dentre os demais setores que compõe o indicador. A Indústria registrou crescimento de 5,9% e Serviços 2,1%, ficando o PIB de Goiás com variação positiva de 2,3% neste 4º trimestre de 2019. Considerando o mesmo período, o PIB divulgado para o Brasil apresentou variações positivas inferiores ao registrado para Goiás. Na Agropecuária, o aumento foi de 0,4%, na Indústria 1,5% e Serviços 1,6, e no PIB Brasileiro 1,7%.

Nos resultados obtidos no 4º trimestre de 2019, a Agropecuária consolidou tal número devido a uma retomada da soja e dos demais cereais, dado que no último trimestre de 2018 estas apresentaram queda em seu valor de produção. Conforme as últimas estimativas do LSPA/IBGE referentes à produção agrícola para o ano de 2019, há um crescimento tanto na produção quanto na produtividade do milho e da cana-de-açúcar. Entretanto, na principal cultura goiana, a soja exibiu queda na produção de 5,1%. Os resultados se devem, especialmente, ao ciclo de chuvas e as altas temperaturas que afetaram a capacidade produtiva das lavouras.

Em relação aos números consolidados para o ano de 2019, o desempenho da economia de Goiás exibiu aumento de 2,5% na comparação com o ano anterior.  Agropecuária, Indústria e Serviços alcançaram percentuais positivos. Evidenciando a Agropecuária (+4,1%) com a maior variação dentre os três setores, seguido da Indústria (+2,8) e Serviços (+2,2%). A nível de esfera nacional as variações forem: Agropecuária 1,3%, Indústria 0,5%, Serviços 1,3% e 1,1% para o PIB do país.

O crescimento do PIB em Goiás teve uma contribuição notória e expressiva da agropecuária, superando até mesmo a indústria e os serviços. O Sistema FAEG/SENAR/IFAG tem, ao longo dos anos, exercido importantes contribuições nesse sentido, cumprindo a sua missão de fortalecer, cada vez mais, todas as cadeias produtivas agrícolas e pecuárias do estado. As ações institucionais exercidas nos mais diferentes órgãos da esfera federal, estadual e até municipais, deram ao produtor a condição de produzir mais e melhor, mesmo com as adversidades que não estão sob o nosso controle como as climáticas por exemplo.

A renovação do convênio 100/97, alterações no vazio sanitário estadual, adequação e aprimoramento no registro e uso de defensivos agrícolas, formatação de propostas para o plano agrícola e pecuário, ações de renegociação de crédito rural dos produtores de Goiás, aprimoramento do seguro rural, ações de ordem tributária, ações para retomada de benefícios fiscais, participação no planejamento da ferrovia Norte Sul, ações diversas para dar segurança no uso de energia elétrica nas propriedades, elaboração de relatórios de priorização de melhorias na malha rodoviária do estado, atuação forte nas políticas ambientais conferindo segurança jurídica e melhores condições de produção ao produtor irrigante e acompanhamento integral de todos trâmites parlamentares de afetam o agronegócio de Goiás na Assembleia Legislativa são algumas das dezenas de citações que podemos apontar como contribuição do Sistema para esse crescimento.

O uso da tecnologia e a mão-de-obra capacitada também tiveram papel fundamental nesse crescimento. Através de treinamentos, implantação de novas tecnologias e inovação, o setor agro goiano conseguiu mais essa façanha.

Rua 87, nº 662, Setor Sul - Goiânia - Goiás. CEP 74093-300
IFAG - Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás. 2016 - 2020.